Ocorreu um erro neste gadget
0

NUVENS ALTAS - Cirrus




As Cirrus são as nuvens mais altas dos dez principais tipos. De laivos brancos e delicados, tufos ou bandas de cristais de gelo, são separadas umas das outras e apresenta um aspecto sedoso ou fibroso. Raramente parecem espessas. Vêem-se muitas vezes com outras nuvens altas, como a Cirrostratus e a Cirrocumulus, podendo apresentar, como elas, “fenómenos de halo” à volta do sol ou da lua.
Situam-se, geralmente, entre os 5000 e os 14000m de altitude, formando-se em todo o mundo, e não provoca precipitação (chegada ao solo).
Este tipo de nuvens subdivide-se em cinco espécies: Castellanus (quando os elementos apresentam topos como ameias (tal como nas torres dos castelos); Fibratus (quando os filamentos são curvos ou direitos, perfeitamente distintos uns dos outros e não acabam em ganchos ou tufos); Uncinus (quando os “rabos de cavalo” descendentes parecem vírgulas ou ganchos); Spissatus (é a Cirrus mais espessa de todas, com pedaços cinzentos de nuvem em frente do sol) e Floccus (com tufos pequenos e redondos, que muitas vezes mostram traços de cristais de gelo a cair por baixo). As Cirrus podem apresentar quatro variedades: Intortus (quando os laivos de nuvem são irregulares ou entrelaçadas); Duplicatus (quando há camadas a diferentes altitudes, por vezes parcialmente unidas); Radiatus (quando os filamentos estão em bandas paralelas, normalmente alinhadas com vento a grandes altitudes e que parecem convergir para o horizonte, devido a perspectiva de observação) e Vertebratus (quando os filamentos um esqueleto de peixe).


Fonte: Pretor-Pinney, Gavin (2007) – “O mundo das Nuvens – História, Ciência e Cultura das Nuvens”, Estrela Polar, 1ª Edição

0 comentários:

A todos os nossos visitantes !!

A partir de agora já podem ver as observações de nuvens feitas nos meses de Dezembro de 2008 e Janeiro e Fevereiro de 2009 !
Esperamos que se divirtam tanto como nós nesta viagem que é a descoberta de nuvens ! :).
Não queremos desiludir os nossos visitantes, por isso vamos continuar a postar mais informações sobre este "novo mundo". :).
Acompanhem-nos ...

:)