Ocorreu um erro neste gadget
0

NUVENS BAIXAS - Cumulus




As Cumulus são nuvens baixas, soltas e fofas que se desenvolvem verticalmente em montes altos, fazendo lembrar uma couve-flor que tende a espalhar-se no céu ao acaso.
Situam-se, geralmente, entre os 600 e 0s 900m, daí a classificação de nuvens baixas. Formam-se em todo o mundo, excepto na Antárctica onde o solo é demasiado frio para correntes termais. A precipitação chegada ao solo não é, normalmente nenhuma, excepto breves chuvadas da espécie Congestus.
Este tipo de nuvens subdivide-se em 4 espécies distintas: Humilis (mínima extensão vertical, parecem achatadas e mais largas do que altas); Mediocris (extensão vertical média, podem exibir irregularidas no topo, parecem tão largas como altas); Congestus (máxima extensão vertical, os topos são como couve-flor, parecem mais altas do que largas) e Fractus (bordas rasgadas e partidas, formam-se no ar húmido debaixo das nuvens de chuva). Apresenta apenas uma variedade: Radiatus, quando as Cumulus se formam em filas, ou «ruas de nuvens», grosseiramente paralelas à direcção do vento.


Fonte: Pretor-Pinney, Gavin (2007) - "O mundo das Nuvens - História, Ciência e Cultura das Nuvens", Estrela Polar, 1ª Edição


0

Classificação das Nuvens relativamente à sua altura




De acordo com a Organização Meteorológica Mundial (OMM) as nuvens, conforme a sua altitude em relação ao solo, podem classificar-se em 3 grupos distintos: Nuvens altas, Nuvens médias e Nuvens baixas.


As Nuvens altas situam-se na atmosfera acima dos 6km de altura, sendo apenas nuvens sólidas.
As Nuvens médias situam-se na atmosfera entre 2 a 8km de altura, podendo ser liquidas ou mistas.
As Nuvens baixas situam-se na atmosfera até 2km de altura, sendo apenas nuvens líquidas.


0

O que é uma nuvem?



Uma nuvem pode ser designada por um conjunto vísivel de partículas de gelo ou água no estado líquido ou sólido, ou ambos ao mesmo tempo. A nuvem pode também conter partículas de água líquida ou de gelo em maiores dimensões e partículas de vapores industriais, de fumaças ou de poeiras, por exemplo.
As nuvens apresentam diversas formas, que variam dependendo essencialmente da natureza, dimensões, número e distribuição espacial das partículas que a constituem e das correntes de ventos atmosféricos. A forma e cor da nuvem dependem da intensidade e da cor da luz que a nuvem recebe, bem como das posições relativas ocupadas pelo observador e da fonte de luz (sol, lua, raios) em relação à nuvem.

0

Projecto ENEAS


O objectivo essencial do Projecto ENEAS é criar uma rede de Escolas Secundárias, espalhadas por todo o país, e Universidades, neste caso a Universidade do Porto, um Instituto de Investigação Holandês, ITC.
Este projecto tem como principais tarefas:


1. Obtenção de dados cientificamente validados nos domínios da atmosfera, hidrologia, solos, cobertura dos terrenos e fenologia;


2. Fornecer apoio científico e técnico aos Professores do Secundário através de: Acções de Formação; Oficinas de apoio pedagógico; Guias do Professor; Guias de Execução Experimental e outros materiais didácticos;


3. Providenciar apoio científico contínuo através de um "Help Desk" oriundo de cientistas e parceiros. Contacto com outros professores e estudantes em todo o mundo.

4.
Obtenção de dados cientificamente validados de modo a providenciar a monotorização ambiental dos concelhos envolvidos, que actuarão como utilizadores finais;
Entrega às Autarquias do resultado dessa avaliação;
Os dados recolhidos serão objecto de abordagens estatísticas para validar e correlacionar as medidas;
Será feita então a análise dos dados para obter uma visão geral dos factos;


No final os dados serão enviados de novo para as escolas sob a forma tratada. Serão também transmitidos em bruto e de forma tratada para as agências europeias.
Em suma: as pessoas, os lugares e as coisas fundir-se-ão com os dados ENEAS, dando uma visão multímoda da Europa e dos locais em que vivemos - será assim dado andamento à implementação da Agenda 21 (Local e Escolar).


A todos os nossos visitantes !!

A partir de agora já podem ver as observações de nuvens feitas nos meses de Dezembro de 2008 e Janeiro e Fevereiro de 2009 !
Esperamos que se divirtam tanto como nós nesta viagem que é a descoberta de nuvens ! :).
Não queremos desiludir os nossos visitantes, por isso vamos continuar a postar mais informações sobre este "novo mundo". :).
Acompanhem-nos ...

:)